Impacto ambiental em indústrias
Impacto ambiental em indústrias
outubro 10, 2019
ods onu
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, como atingir?
outubro 24, 2019

Descarte de resíduos: você conhece o PGRS?

Você sabia que existe uma Lei que estabelece penas para condutas e atividades nocivas ao meio ambiente? A Lei de crimes ambientais, Lei 9.605 de 1998, engloba o descarte de resíduos, e pode chegar a multas de R$50 milhões, além de exigir que o dano seja reparado pelo responsável pelos resíduos. Neste texto você poderá aprender mais sobre a importância de possuir um bom gerenciamento de resíduos na sua empresa, além de como a EQ Júnior Consultoria e Projetos pode te ajudar!

Por quê realizar o descarte dos resíduos?

As questões de cuidado e preservação do meio ambiente estão cada vez mais em alta. Qualquer empresa geradora de resíduos deve se preocupar com essa temática, seja ela indústria petroquímica, de fertilizantes, metalúrgicas, cosméticas, de saúde, entre vários outros ramos.

Cuidar do descarte de seus resíduos químicos é um assunto que deve ser levado a sério. Isso porque um descarte incorreto pode colocar não só o meio ambiente, mas também a saúde das pessoas em risco. Além disso, acarreta em problemas legais ao gerador, desde multas e até períodos de reclusão.

O descarte de resíduos é tão importante na atualidade, que foram criadas várias normas e leis que regulamentam a maneira de realizar corretamente, não só o descarte, mas também o transporte, manuseio e armazenamento de resíduos provenientes de processos industriais e químicos. 

O primeiro passo para o descarte correto

O primeiro passo para ter um bom gerenciamento de resíduos é a classificação dos mesmos. No Brasil, a classificação é feita através da Norma Brasileira ABNT NBR 10.004, a qual está diretamente relacionada à identificação do processo que deu origem aos resíduos, e ao conhecimento do impacto que cada um de seus constituintes podem causar ao meio ambiente. Os resíduos abordados pela norma são os sólidos, líquidos ou gasosos, ou detritos, óleos ou substâncias oleosas.  

De acordo com a norma NBR 10.004, os resíduos produzidos podem ser classificados de acordo com suas características de inflamabilidade, corrosividade, reatividade e toxicidade. Além disso, ela estabelece o que caracteriza cada uma das classificações. 

Os resíduos são classificados em:

  • Perigosos (Classe I);
  • Não inertes (Classe II A);
  • Inertes (Classe II B).

Os resíduos classificados como classe I (perigosos)  são aqueles que apresentam perigo ou risco à vida do trabalhador. São principalmente os que apresentam inflamabilidade, corrosividade, toxicidade, dentre outras propriedades. Já os descartes classificados como classe II A (não inertes), são combustíveis, biodegradáveis e solúveis em água. Por fim, os resíduos de classe II B (inertes), são aqueles que não apresentam solubilidade em água.

Na mesma norma estão especificadas características de diversos compostos e suas respectivas classificações de acordo com a natureza de cada um deles. A classificação correta dos resíduos é de extrema importância, pois é a partir dela que será possível traçar uma estratégia de gestão que se encaixe a realidade de sua empresa. Assim, definindo etapas de coleta, armazenagem, transporte, manipulação e destinação final, de acordo com cada tipo de resíduo presente na produção.

 

Quais os benefícios de um PGRS (Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos)?

 

O principal benefício do descarte correto de resíduos pode ser atrelado à pegada ambiental. Visto que atualmente há uma crescente conscientização ambiental, sua empresa poderá contribuir para a preservação do meio ambiente e, por consequência, conquistar clientes através do marketing verde. 

Além disso, estará de acordo com a norma ISO 14001, a qual é constituída de um compilado de normas que definem ações para que uma empresa pratique a gestão ambiental. Ou seja, essa norma dita condutas para um descarte, armazenamento e manuseio correto de resíduos, evitando assim possíveis multas e penalidades pela gestão incorreta desses resíduos. 

Ainda, os benefícios vão além da preservação e aspectos legais. Essa postura de conscientização e preservação do meio ambiente atua também na valorização dos produtos e serviços de sua empresa. Uma vez que cada vez mais os clientes procuram produtos e serviços que não agridam o meio ambiente e empresas que possuam esse cuidado com o planeta.

Descarte correto x redução de custos

Que o descarte correto de resíduos traz benefícios ambientais já é conhecido, mas você sabia que há também benefícios econômicos? Grande parte dos resíduos gerados nas empresas podem ser utilizados como matéria-prima no seu processo, ou até mesmo como aproveitamento energético. O aproveitamento energético dos resíduos poderá trazer benefícios como a redução do consumo de energia e água. 

Além disso, outra alternativa para lucrar com o descarte de resíduos, é a venda. Atualmente muitas empresas e indústrias compram resíduos para utilizar em seus processos.  

Como a EQ Júnior atua no descarte de resíduos?

A EQ Júnior é capacitada para auxiliar no planejamento do descarte, armazenamento e manuseio correto de resíduos, auxiliando sua empresa a estar de acordo com as leis ambientais, além da possibilidade de redução de custos em seu processo. Entre em contato e agende uma consultoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *