Gestão de negócios e metas
Gestão de negócios: como definir metas para obter bons resultados
setembro 12, 2019

Mercado de trabalho: conheça o Engenheiro Químico

diferença EQ - química

O mercado de trabalho para o engenheiro químico é muito abrangente devido à própria grade curricular do curso, mas do que se trata e qual a sua diferença em relação à química? Entenda a seguir.

Indústria química - mercado de trabalho

Como é o trabalho de um engenheiro químico:

O engenheiro químico é o profissional responsável por projetar plantas químicas industriais para produção de diversos produtos do dia-a-dia. Por isso, o profissional atua nos mais diversos campos do mercado. Portanto, é capaz de projetar industrias onde haja produção de alimentos, fertilizantes, farmacêuticos, entre outros. Tendo isso em vista, seu trabalho é dimensionar equipamentos necessários para tais produções. Para isso, precisa entender como ocorrem os fenômenos físicos e químicos da natureza. Assim, cabe a ele estudar fenômenos de transporte (de massa, calor e movimento), termodinâmica, químicas orgânica e inorgânica, físico-química, etc. Com estes conhecimentos é possível entender como projetar trocadores de calor, filtros, destiladores e outros equipamentos para produções em pequeno e médio porte, enquadrando-se em inúmeros ambientes dentro do mercado de trabalho.

A Engenharia Universal:

Segundo o AIChe (American Institute of Chemical Engineers – Instituto Americano de Engenheiros Químicos), “Engenharia química é a área/profissão que se dedica à concepção, desenvolvimento, dimensionamento, melhoramento e aplicação dos Processos e dos seus Produtos. Neste âmbito, inclui-se a análise econômica, dimensionamento, construção, operação, controle e gestão das Unidades Industriais que concretizam esses Processos, assim como a investigação e formação nesses domínios”. Não é à toa que a engenharia química é chamada de engenharia universal, cabendo ao profissional conhecer e dominar os ramos de química, computação, matemática, física e biologia.

A engenharia química e seu mercado de trabalho:

Sendo o curso diversificado, o mesmo pode-se dizer do mercado de trabalho. Dessa forma, os inúmeros conhecimentos requeridos formam um profissional apto a trabalhar em diversas indústrias. Tem-se por exemplo: papel e celulose, materiais de construção, têxtil, alimentícia, entre outras. A profissão é uma das mais bem pagas no Brasil, segundo o Datafolha. Sendo assim, o salário de um profissional de engenharia química fica na média de 11 mil reais. Esse valor pode variar, sendo pouco abaixo ou acima deste valor, dependendo do cargo. Esses cargos podem ser relacionados a controle de qualidade, supervisor de engenharia, diretor industrial e etc. 

Vale a pena destacar quatro áreas de atuação deste profissional dentro do mercado de trabalho: Projetos, PID (pesquisa e desenvolvimento), processo industrial e meio ambiente. No que diz respeito a projetos, a atuação do profissional é a projeção de equipamentos e plantas químicas industriais, como já abordado neste texto. Já na área de PID, o engenheiro trabalha dentro de plantas pilotos e laboratórios. Nesses ambientes, o profissional visa criar novos produtos e forma de produzi-los. A área de processo industrial trabalha com simulação de industrias através da utilização de softwares. Assim, pode testar a eficiência de uma produção já existente ou uma que vise implementar. Por fim, a área de meio ambiente é composta pelo engenheiro químico que irá propor formas diferentes de tratar efluentes em uma indústria, reduzindo o impacto negativo à natureza, causado por ela.

 

Química e engenharia química: as diferenças de atuação no mercado de trabalho

Tendo em vista a definição de engenharia química, fica a pergunta: Qual a diferença entre química e engenharia química? A principal diferença está na escala em que os dois profissionais atuam. Dessa forma, segue o exemplo: para fazer uma xícara de café, se utiliza um processo diferente do que para se produzir uma tonelada da mesma bebida. Nesse contexto, o químico é responsável por entender e desenvolver o processo de produção de uma xícara de café no laboratório. Para isso, estuda todas as transformações e fenômenos químicos do processo. Enquanto isso, o engenheiro químico utiliza-se dos resultados do químico para produzir uma tonelada em uma planta industrial, onde ele precisará pensar em como aquecer uma grande quantidade de água, como filtrar e como armazenar, tudo isso da forma mais econômica e eficiente possível. 

Onde cursar engenharia química?

No Brasil há inúmeras universidades públicas onde é possível estudar engenharia química, todas elas muito bem classificadas e reconhecidas dentro do mercado de trabalho. A seguir, estão algumas: Instituto Militar de Engenharia (IME), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA), Universidade de Campinas (UNICAMP) e, é claro, Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), onde a EQ Júnior está sediada.

Por que estudar engenharia química?

Se você é uma pessoa que tem apreço por química, mas principalmente física e matemática, considere estudar engenharia química para seguir uma carreira em que você possa se interessar e ser feliz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *